R$ 26,90
ou R$ 25,56 via Pix
Comprar Estoque: 10 dias úteis
  • R$ 25,56 Pix
  • R$ 26,90 Pagali Cartão
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
"A grande obra feminista de Virginia Woolf“A liberdade intelectual depende de coisas materiais. A poesia ­depende da liberdade intelectual. E as mulheres sempre foram pobres, não por meros duzentos anos, mas desde o começo dos tempos.”Ao ser convidada, em 1929, para palestrar para um grupo de ­jovens universitárias sobre o tema “As mulheres e a literatura”, Virginia Woolf (1882-1941), após muito refletir, chegou à conclusão que se tornou célebre: “uma mulher, se quiser escrever literatura, precisa ter dinheiro e um quarto só seu”.Neste ensaio – considerado um dos textos de não ficção mais influentes do século XX – a autora se debruça sobre o elo entre a condição social das mulheres e sua pequena representatividade como escritoras e pensadoras. Imagina como teria sido se Shakespeare tivesse uma irmã com pendores literários e recupera os séculos de limitações impostas às mulheres. Pondera sobre a importância da educação formal, da educação financeira e da igualdade de oportunidades como pré-condições para o pleno exercício de liberdade intelectual – além de celebrar escritoras que conseguiram suplantar tais obstáculos e ter êxito em uma cena literária patriarcal.Uma das maiores ensaístas do século XX desenvolve, de forma genial, argumentos que reverberam até hoje nas discussões feministas e de gênero." "1) Considerado um texto clássico do feminismo e um dos mais importantes textos de não ficção já escritos. 2) O jornal britânico The Guardian, no artigo abaixo, o considerou um dos 100 melhores livros de não ficção de todos os tempos: https://www.theguardian.com/books/2016/dec/05/100-best-nonfiction-books-no-45-a-room-of-ones-own-by-virginia-woolf-shakespeares-sister-seton-beton). 3) Aqui, Virginia Woolf reflete sobre as condições culturais que levavam e ainda levam as mulheres a terem menos expressão - no campo artístico, por exemplo - do que os homens. Ela se pergunta como teria sido a vida de uma irmã talentosa que por ventura William Shakespeare pudesse ter tido - para concluir que, devido ao papel reservado às mulheres na sociedade elisabetana - ela acabaria pobre e desconhecida, independentemente de qualquer talento. 4) No decorrer do ensaio, conclui que as mulheres precisam ter, para se expressarem artisticamente, um espaço seu e uma renda. Incita as mulheres a lutarem pela própria independência e a se expressarem. 5) Tradução de Denise Bottmann, uma das mais reputadas tradutoras literárias em atividade hoje, que também já verteu ao português as seguintes obras da autora: Mrs. Dalloway, Ao farol, A arte do romance e Profissões para mulheres e outros artigos feministas. 6) Texto ideal para o momento de nova onda feminista que se vê no Brasil e no mundo, e ideal para o Dia Internacional da Mulher, a ser comemorado no próximo 8 de março. 7) Todos os livros da autora publicados pela casa são êxito de vendas. Flush: Memórias de um cão chegou a entrar na lista de mais vendidos da Veja. 8) Com o preço de R$ 21,90, é a edição mais acessível deste título no mercado brasileiro. 9) Pode ser exposto com outros livros da autora e também com o engraçadíssimo Qual o problema das mulheres?, da também britânica Jacky Fleming, ou com Frida - uma biografia, que retrata a trajetória da artista Frida Kahlo em lindíssimas ilustrações."
Sobre os autores(as)

Woolf, Virginia


Virginia Woolf nasceu em Londres, na Inglaterra, em 25 de janeiro de 1882. Escreveu, além de romances, inúmeros contos e resenhas para jornais. Depois da morte da mãe, em 1895, Virginia começou a apresentar os primeiros sinais de depressão, doença que a acompanharia ao longo da vida. Figura de destaque da sociedade britânica, participou do grupo Bloomsbury, círculo de intelectuais contrários às tradições literárias em voga até então. Nesse ambiente de extraordinária ex-pressão cultural, Virginia Woolf produziu uma obra requintada. Seu romance de estreia foi A viagem (1915), e, entre seus títulos, destacam-se Mrs. Dalloway (1925), Ao farol (1927), Orlando (1928), Um teto todo seu (1929), As ondas (1931) e Entre os atos (publicado postumamente em 1941). Sofrendo com a depressão, Virginia se suicidou num rio próximo à sua casa em 28 de março de 1941.

Pinheiro Machado, Ivan

Capa: Ivan Pinheiro Machado sobre a pintura “Retrato de Dante” (1495), Sandro Boticelli 47 x 57 cm, têmpera sobre madeira. Coleção particular, Genebra, Suiça.
ISBN 9788525438331
Autores Woolf, Virgínia (Autor) ; Bottmann, Denise (Tradutor) ; Pinheiro Machado, Ivan (Design) ; Ilustração Capa: Istock (Ilustrador)
Editora L&pm
Coleção/Serie L&pm Pocket
Idioma Português
Edição 1
Ano de edição 2019
Páginas 160
Acabamento Brochura
Dimensões 17,80 X 10,70

Produtos relacionados

R$ 26,90
ou R$ 25,56 via Pix
Comprar Estoque: 10 dias úteis
Pague com
  • Pagali
  • Pix
Selos
  • Site Seguro

LIDF LIVRARIA INTERNACIONAL DO DISTRITO FEDERAL - CNPJ: 19.294.574/0001-48 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade