R$ 69,90
ou R$ 66,40 via Pix
Comprar Estoque: 10 dias úteis
  • R$ 66,40 Pix
  • R$ 69,90 Pagali Cartão
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.


Agora em edição comentada, com tradução de Isadora Sinay, e posfácios dos escritores Nara Vidal e Luiz Antonio de Assis Brasil.


Em cartas redigidas entre 1945 e 1993, endereçadas a editores, amigos e escritores, são expostos o processo criativo de Charles Bukowski e sua relação com a escrita, além das ponderações do autor sobre as banalidades do cotidiano, a complexidade das relações humanas e a boemia — regada a álcool e sexo na vida noturna de Los Angeles.


De um dos mais reverenciados autores da literatura americana, este é um compilado de cartas reunido e editado pelo biógrafo de Bukowski, Abel Debritto. Publicado mais de vinte anos após a morte do último maldito, Sobre a escrita é um passeio por sua mente brilhante e turbulenta.






CHARLES BUKOWSKI nasceu em 1920 em Andernach, na Alemanha, mas viveu nos Estados Unidos desde os dois anos de idade. Filho de um soldado norte-americano e uma alemã, ele viveu pelas ruas de Los Angeles por cinquenta anos. Lá se passa a maior parte de suas obras, incluindo as histórias de Henry Chinaski, seu mais famoso personagem e alter ego. Em vida, Bukowski publicou mais de 45 livros de prosa e poesia que foram responsáveis por consagrá-lo como um dos autores contemporâneos mais relevantes da literatura americana. Morreu em 1994, em San
Pedro, na Califórnia.


Sobre os autores(as)

Bukowski, Charles

Charles Bukowski
Nasceu em Andernach, na Alemanha, a 16 de agosto de 1920, filho de um soldado americano e de uma jovem alemã. Aos três anos de idade, foi levado aos Estados Unidos pelos pais. Criou-se em meio à pobreza de Los Angeles, cidade onde morou por cinqüenta anos, escrevendo e embriagando-se. Publicou seu primeiro conto em 1944, aos 24 anos de idade. Só aos 35 anos é que começou a publicar poesias. Foi internado diversas vezes com crises de hemorragia e outras disfunções geradas pelo abuso do álcool e do cigarro. Durante a vida, ganhou certa notoriedade com contos publicados pelos jornais alternativos Open City e Nola Express, mas precisou buscar outros meios de sustento: trabalhou 14 anos nos Correios. Casou, se separou e teve uma filha. É considerado o último escritor “maldito” da literatura norte-americana, uma espécie de autor beat honorário, embora nunca tenha se associado com outros representantes beat, como Jack Kerouac e Allen Ginsberg.



Sua literatura é de caráter extremamente autobiográfico, e nela abundam temas e personagens marginais, como prostitutas, sexo, alcoolismo, ressacas, corridas de cavalos, pessoas miseráveis e experiências escatoló­gicas. De estilo extremamente livre e imediatista, na obra de Bukowski não transparecem demasiadas preocupações estruturais. Dotado de um senso de humor ferino, auto-irônico e cáustico, ele foi comparado a Henry Miller, Louis-Ferdinand Céline e Ernest Hemingway.

Sinay, Isadora

Isadora Sinay é formada em cinema e doutora em literatura judaica pela Universidade de São Paulo. Crítica literária e ensaísta, já publicou em veículos como as revistas Deriva, Pasmas e os jornais O Estado de São Paulo e O Globo. Atua também como tradutora e professora. É autora de Você não deve esquecer nada: memória e identidade na ficção de Philip Roth, lançado por esta editora.
ISBN 9786560050617
Autores Sinay, Isadora (Tradutor) ; Bukowski, Charles (Autor)
Editora Harper Collins Brasil
Idioma Português
Edição 1
Ano de edição 2023
Páginas 256
Acabamento Brochura
Dimensões 23,00 X 15,50

Produtos relacionados

R$ 69,90
ou R$ 66,40 via Pix
Comprar Estoque: 10 dias úteis
Pague com
  • Pagali
  • Pix
Selos
  • Site Seguro

LIDF LIVRARIA INTERNACIONAL DO DISTRITO FEDERAL - CNPJ: 19.294.574/0001-48 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade