Os Paralamas Do Sucesso - Selvagem?

Código: 538019 Marca:
R$ 68,00
ou R$ 64,60 via Pix
Comprar Estoque: 10 dias úteis
  • R$ 64,60 Pix
  • R$ 68,00 Pagali Cartão
* Este prazo de entrega está considerando a disponibilidade do produto + prazo de entrega.
A história de Selvagem?, terceiro álbum de estúdio dos Paralamas do Sucesso, lançado em 1986, é narrado no 26º livro da coleção O Livro do Disco

Quando Selvagem? foi concebido, Os Paralamas do Sucesso precisavam atender a expectativas do público e da gravadora, ambos impactados pelo sucesso de O passo do Lui (1984) — que tinha emplacado uma série de sucessos no rádio — e pela apresentação no Rock in Rio, em 1985, uma das mais aclamadas do festival e transmitida país afora. Selvagem? representou um divisor de águas na trajetória da banda: as canções românticas do disco anterior deram lugar às letras politizadas de “Alagados” e “Selvagem”, refletindo sobre o momento politicamente turbulento do país. Com misturas inovadoras de rock com sonoridades brasileiras e ritmos caribenhos e africanos, consolidaram o aceno ao reggae como uma de suas marcas registradas. O disco trouxe sucessos como a irreverente “Melô do marinheiro” e estabeleceu o encontro com outras gerações com “A novidade”, parceria com Gilberto Gil, e “Você”, regravação da música de Tim Maia.

Neste volume da coleção O Livro do Disco, o autor Mario Luis Grangeia traz os bastidores da criação de Selvagem? ao traçar paralelos com a recepção na imprensa, o contexto político da redemocratização e depoimentos da banda, mostrando como esse disco, que vendeu mais de 700 mil cópias, firmou-se como um álbum icônico da discografia brasileira.

Sobre a banda
Os Paralamas do Sucesso são uma das bandas mais longevas do rock nacional. Formada por Herbert Vianna (guitarra e vocal), Bi Ribeiro (baixo) e João Barone (bateria), surgiram em 1982 e, rapidamente, discos como O passo do Lui, Selvagem?, Bora-Bora e muitos outros, bateram recordes de venda com suas fusões rítmicas únicas de sonoridades brasileiras e jamaicanas. Os Paralamas também foram uma das primeiras bandas de rock nacional a conhecer um sucesso estrondoso para além das fronteiras brasileiras, em países como Argentina, Chile e México. Na estrada há mais de 40 anos, seguem apresentando shows sempre lotados de um público de várias idades, com seus hits atemporais como “Vital e sua moto”, “Óculos”, “Romance ideal”, “Me liga”, “Alagados”, “A novidade”, “Uns dias”, “Lanterna dos afogados”, “Meu erro”, “Caleidoscópio”, “Ela disse adeus” e muitos outros.

Trecho:
Selvagem? tornou-se uma guinada na discografia dos Paralamas, que depois trariam mais instrumentistas a bordo, e no rock nacional, que mostrou de vez potencial para alcançar além das classes média e alta. Vendeu mais de 700 mil cópias e até entrou em rankings como os de cem maiores discos brasileiros dos júris da revista MTV (11o lugar, em 2003) e da Rolling Stone (39o lugar, em 2007), que tiveram Tropicália ou Panis et Circencis e Acabou chorare dos Novos Baianos, nos respectivos topos, e foi sexto entre os vinte maiores álbuns nacionais de pop-rock da Showbizz (1997). Em 2022, obteve o 24o lugar nos quinhentos maiores álbuns brasileiros do júri do Podcast Discoteca Ba´sica, liderados por Clube da esquina, de Milton Nascimento e Lo^ Borges, e quinto lugar na enquete de O Globo sobre os melhores discos dos últimos 40 anos. Entre os rankings mais remotos e estes dois recentes, o disco foi tocado na íntegra em 2011, após 25 anos de vida, como primeiro show nacional do projeto de crowdfunding Queremos. “Selvagem? e´ uma assinatura do que são os Paralamas e dali pra frente foi aquilo ali”, avalia o empresário Jose´ Fortes. “Ali foi dado o que seriam os Paralamas pelo resto da carreira.”

Sobre o autor
Mario Luis Grangeia é pesquisador, jornalista e sociólogo, autor de Brasil: Cazuza, Renato Russo e a transição democrática (ensaio) e Miopia (ficção, sob pseudônimo) e coautor de Conectando as ciências humanas: novos olhares sobre a transdisciplinaridade. Doutor em Sociologia (UFRJ), iniciou a carreira como jornalista na revista Exame e no jornal O Globo e atualmente é pesquisador associado do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre a Desigualdade (UFRJ) e do Albert Hirschman Centre on Democracy (Geneva Graduate Institute). Carioca nascido em 1980, é aprendiz de música e pai.

Sobre a coleção
A coleção O Livro do Disco foi lançada em 2014, pela Cobogó, para apresentar aos leitores reflexões musicais distintas sobre álbuns que foram, e são, essenciais na nossa formação cultural e, claro, afetiva. A cada título lançado, o leitor é convidado a mergulhar na história de discos que quebraram barreiras, abriram caminhos e definiram paradigmas. O Livro do Disco e´ para os fãs de música, mas é também para quem deseja um contato mais aprofundado, porém acessível, com o contexto e os personagens centrais de trabalhos que marcaram a história da música. Em tempos de audição fragmentada e acesso à música via plataformas de streaming, (re)encontrar esses discos em sua totalidade é uma forma de escutar o muito que eles têm a dizer sobre o nosso tempo.
Sobre o autor(a)

Grangeia, Mario Luis

Mario Luis Grangeia é pesquisador, jornalista e sociólogo, autor de Brasil: Cazuza, Renato Russo e a transição democrática (ensaio) e Miopia (ficção, sob pseudônimo) e coautor de Conectando as ciências humanas: novos olhares sobre a transdisciplinaridade. Doutor em Sociologia (UFRJ), iniciou a carreira como jornalista na revista Exame e no jornal O Globo e atualmente é pesquisador associado do Núcleo Interdisciplinar de Estudos sobre a Desigualdade (UFRJ) e do Albert Hirschman Centre on Democracy (Geneva Graduate Institute). Carioca nascido em 1980, é aprendiz de música e pai.
ISBN 9786556911052
Autor(a) Grangeia, Mario Luis (Autor)
Editora Cobogo
Coleção/Serie Coleção Livro Do Disco
Idioma Português
Edição 1
Ano de edição 2023
Páginas 168
Acabamento Brochura
Dimensões 19,00 X 13,00

Produtos relacionados

R$ 68,00
ou R$ 64,60 via Pix
Comprar Estoque: 10 dias úteis
Pague com
  • Pagali
  • Pix
Selos
  • Site Seguro

LIDF LIVRARIA INTERNACIONAL DO DISTRITO FEDERAL - CNPJ: 19.294.574/0001-48 © Todos os direitos reservados. 2024


Para continuar, informe seu e-mail

Utilizamos cookies para que você tenha a melhor experiência em nosso site. Para saber mais acesse nossa página de Política de Privacidade